Arquivo da tag: indice da construção civil

INCC-M Março de 2012

INCC-M – Índice Nacional da Construção Civil referente ao mês de março de 2012, pela Fundação Getulio Vargas, que e lava em conta a variação dos preços entre o dia 21 do mês anterior ao dia 20 do mês de referência, apresentou uma leve desaceleração se comparado ao mês anterior (0,42%) ante os 0,37% neste período, no ano o acumulado chegou a 1,46%.

INCC Janeiro de 2012

Foi publicado o relatório do INCC – Índice Nacional da Construção Civil de janeiro de 2012, pela Fundação Getulio Vargas, este índice é baseado na variação dos preços coletados entre o dia 21 do mês anterior ao dia 20 do mês de referência. Neste primeiro levantamento do ano tivemos um aumento dos preços medidos de 0,67%.
Para o mês de fevereiro ainda devemos observar uma varição significativa no índice, principalmente relacionado aos materiais,  já que muitas empresas reajustaram seus preços em janeiro, o que deverá impactar na avaliação de fevereiro.

INCC Março de 2010

O Índice Nacional da Construção Civil (INCC) referente ao mês de março teve um aumento de 0,45% em relação ao mês anterior, no ano o acumulado é uma alta de 1,32%.

Para os próximos meses deveremos seguir neste mesmo ritmo, sem grandes variações.

INCC de Janeiro de 2010

O primeiro Índice Nacional da Construção Civil (INCC) do ano registrou um aumento de 0,52% em relação ao mês anterior. A mão de obra representou um aumento 0,60%, sendo interessante destacar que o componente que mais teve alta no setor foi o do vale transporte, com 4,80%.

Para o próximo mês é esperado nova alta, dessa vez puxada pelos materiais. Prova disso são os avisos que temos recebido sobre aumento de materiais diversos a partir deste mês de fevereiro, e que contemplam desde produtos cerâmicos até fechaduras, sempre na ordem de 6 a 8% em relação ao preço anterior.

INCC de Setembro de 2009

O Índice Nacional da Construção Civil de setembro de 2009 teve um pequeno aumento de 0,07% em relação ao mês anterior. O acumulado no ano é de 2,69%.

Ao contrario de agosto, em que os tubos e conexões de PVC foram os produtos que tiveram maior variação negativa (-5,18%), neste mês apresentaram as maiores altas, de 2,86%.

Já o vergalhão de ferro e seus derivados continuaram a reduzir seu custo em 2,26% em relação ao período anterior.

Emprego na construção Civil

O nível de emprego na construção civil continua aumentando. No final do mês de agosto foram publicados os números relativos à Julho, com variação de 1,69% em relação ao mês anterior e no acumulado deste amo temos 6,29%. Apesar de todos os números mostrarem a recuperação do mercado, o SindusCon-SP projeta uma queda de 8 a 10% do PIB da construção civil, devido a própria inércia do setor. Como a construção civil sofreu uma desaceleração no final do ano passado, com o início da crise, e começou a reagir somente a partir do 2° trimestre deste ano, ainda que os indicadores se mostrem positivos, não haverá tempo suficiente para a recuperarmos o resultado do ano passado.

Índices da construção civil agradam

Os índices da construção civil relativos ao mês de maio de 2009 demonstram que o mercado continua aquecido. O número de contratações foi 0,98% superior ao mês de abril, tendo o acumulado do ano uma alta de 3,56%.

Depois da forte queda nos meses de novembro e dezembro de 2008 o mercado vem reagindo e se continuar neste ritmo deve atingir o mesmo patamar de outubro do ano passado, em que tivemos o pico de 2,19 milhões empregados.

Outro índice que mostra que a demanda vem aumentando é o CUB – Custo Básico da Construção, que fechou maio com alta de 1,54% e junho com 1,04%, puxados pela alta relativa da mão da obra. Já o custo referente ao material continua praticamente o mesmo, com leve queda de 0,09% em junho, comparado ao mês de maio.

Como historicamente o segundo semestre geralmente é melhor do que o primeiro, a perspectiva é de que este ano, apesar de toda turbulência, haverá um crescimento moderado no setor.