Arquivo da tag: financiamento

Governo anuncia novo financiamento para a construção civil

O Governo Federal aprovou ontem, linha de financiamento para estimular a compra de materiais de construção, com recursos do FGTS de 300 milhões de reais. Este financiamento tem como foco a classe média, com taxa máxima de 12% ao ano, incluindo os encargos e despesas, para pagamento em até 120 meses.

O limite para o empréstimo é de R$ 20 mil reais por tomador, que poderá usar o dinheiro para reformar ou ampliar imóveis residências, desde que o terreno esteja regular e valor do imóvel não ultrapasse R$ 500 mil reais. Além disso, é preciso ter o comprovante de propriedade do imóvel e ser cotista do FGTS.

Segundo o Conselho Curador do FGTS, a linha mais barata de crédito destinada a classe média tem juros de 23,14% ao ano, com prazo de pagamento de 60 meses.

De qualquer maneira é sempre melhor a utilização de recursos próprios do que recorrer a uma linha de crédito, pois os juros, mesmo sendo o mais baixo do mercado, ainda é caro se comparado ao rendimento que o fundo (FGTS) paga, com média de menos de 5% ao ano.

INCC/FGV – OUTUBRO de 2010

O Índice Nacional da Construção Civil (INCC) de setembro foi de 0,15%, no ano o acumulado agora é de 6,56%. Continua uma situação de estabilidade ao longo do ano. Ótima noticia para que tem financiamento de imóvel corrigido pelo INCC, e o melhor é que esta situação deverá persistir por mais tempo.

INCC/FGV – SETEMBRO de 2010

O Índice Nacional da Construção Civil (INCC) de setembro foi de 0,20%, no ano o acumulado agora é de 6,94%. No mês de outubro haverá alguns materiais tendo os seus preços reajustados, mas mesmo assim não deveremos ter uma variação considerável de preço.

INCC de Outubro/2009

O Índice Nacional da Construção Civil (INCC) de outubro de 2009  subiu 0,13% em ralação ao mês anterior, agora o acumulado no ano é de 2,82%.

Ao que parece iremos fechar o ano com o INCC acumulado de 2009 com uma redução em relação ao ano de 2008.

Vamos aguardar…..

Programa Minha Casa, Minha Vida não “decolou”

Após cinco meses do seu lançamento, o programa habitacional Minha Casa, Minha Vida, que pretende construir 1 milhão de moradias, não “decolou”. Até agora apenas 36 mil imóveis começaram a ser construídos.

A Caixa Econômica Federal fez um balanço e revelou que até o dia 20 deste mês (agosto), foram contratados 223 empreendimentos dentro do programa habitacional, porém, somente 40 destes empreendimentos – com um total de 14.448 moradias – são voltadas para as famílias com renda mensal até R$ 1.395,00.

O maior problema é que o governo não conseguiu nem registrar no orçamento a previsão de verba, por conta das mudanças no texto que regulamenta o projeto no Congresso e, portanto, o programa está muito longe de se tornar uma realidade.

Até agora as execuções estão sendo financiadas através do FGTS e do Fundo de Arrecadação Residencial(FAR), que o governo promete ressarcir assim que o orçamento for aprovado e o dinheiro liberado.

Durante todo o mês de setembro pretendo postar várias informações sobre o “Minha Casa, Minha Vida”, visando esclarecer um pouco mais do projeto, das dificuldades de sua execução e os impactos – positivos e negativos – sobre todos os envolvidos.