Arquivo da tag: Construção Civil

Construção Civil aponta desaceleração

Mesmo com uma queda de 10,7% em relação ao mês de fevereiro de 2012, a análise da pesquisa feita pelo SINDUSCON-SP e Fundação Getúlio Vargas, sobre a perspectiva do desempenho das empresas da construção, respondida pelos empresários do setor, foi considerada otimista.

Mas uma queda desta grandeza, em um ano que antecede a Copa do Mundo, onde deveríamos estar com o mercado em crescimento ser considerada otimista, é no mínimo, estranha.

O sinal de alerta esta aceso é não é de agora, depois de fechar o ano com um crescimento do PIB de 0,9%, todos os dias vemos noticias sobre os índices da inflação em diversos setores,  da falta de investimento de médio e longo prazo, da crise política, entre outros tantos problemas. Estamos caminhando para o fechamento do primeiro trimestre do ano, é não será nenhuma surpresa se tivermos uma redução ainda maior no crescimento da economia brasileira.

Precisamos é fazer uma análise critica da situação, sem pessimismo, nem otimismo, simplesmente REAL, sem partidos políticos, sem vaidade ou vergonha, buscando a raiz dos problemas, e apontar soluções conjuntas (governo e empresas), para que possamos realmente fazer com que as conquistas alcançadas nos últimos anos não se esvaziem.

Para quem quiser ler mais sobre o assunto, segue o link da matéria da Camila Maciel, da Agência Brasil, replicada a Exame.com.

http://exame.abril.com.br/economia/noticias/indice-de-desempenho-da-construcao-civil-cai-10-7

Anúncios

INCC-M dezembro de 2012

INCC-M – Índice Nacional da Construção Civil referente ao mês de dezembro de 2012, que leva em conta a variação dos preços entre o dia 21 do mês anterior ao dia 20 do mês de referência, apresentou uma variação de 0,29% contra 0,23% em novembro. No acumulado do ano de 2012, de janeiro a dezembro o índice fechou em 7,23%, acima do valor da inflação, que embora ainda não tenha sido divulgado oficialmente, deve ficar próximo dos 6%.

Para 2013 a tendência é que haja uma queda leve, principalmente nos custos de mão de obra e equipamentos, devido a desaceleração no mercado da construção.

Venda de imóveis diminui em São Paulo

A venda de imóveis em São Paulo vem caindo nos últimos meses, tanto no segmento de novos como no de usados. É o que ponta recentes pesquisas divulgadas pelo CRECI/SP – Conselho Regional de corretores de Imóveis de São Paulo e pelo SECOVI/SP – Sindicato da Habitação de São Paulo.

No caso da venda de imóveis novos, houve um recuo de 8,5% no mês de Julho em relação ao mês de junho. Em relação ao consolidado ao ano, a queda em relação ao ano anterior é de 5,1%. Já para os imóveis usados a queda é mais representativa e chega a 32% e na locação 18%, comparando-se os meses de Junho e Julho.

O Presidente do CRECI acredita, no entanto, que a tendência seja de aumento dos negócios nos próximos meses, devido ao grande déficit acumulado no setor. A mesma opinião tem o SECOVI, que estima uma reação do mercado, fechando o ano com alta de 10% nas vendas, número, alías, bem acima dos 2% que o governo projeta para o crescimento da economia no Brasil.

Deixando estimativas e números de lado, o certo é que o mercado imobiliário vive dias de incerteza. Para quem pensa em investir nos setor fica o sinal de alerta, e para quem precisa comprar um imóvel novo ou usado, os preços e condições devem se tornar mais favoráveis.

INCC-M Maio de 2012

O Índide Nacional da Construção Civil (INCC-M) referente ao mês maio foi de 1,30%, alta que foi puxada principalmente pela mão de obra que subiu 2,22% em relação ao mês anterior. O valor acumulado neste ano é de 3,63%.

A expectiva que no proximo mês apesar da desaceleração do mercado, ainda sim teremos uma variação positiva, puxada pelos materiais.

 

INCC-M Março de 2012

INCC-M – Índice Nacional da Construção Civil referente ao mês de março de 2012, pela Fundação Getulio Vargas, que e lava em conta a variação dos preços entre o dia 21 do mês anterior ao dia 20 do mês de referência, apresentou uma leve desaceleração se comparado ao mês anterior (0,42%) ante os 0,37% neste período, no ano o acumulado chegou a 1,46%.

INCC Janeiro de 2012

Foi publicado o relatório do INCC – Índice Nacional da Construção Civil de janeiro de 2012, pela Fundação Getulio Vargas, este índice é baseado na variação dos preços coletados entre o dia 21 do mês anterior ao dia 20 do mês de referência. Neste primeiro levantamento do ano tivemos um aumento dos preços medidos de 0,67%.
Para o mês de fevereiro ainda devemos observar uma varição significativa no índice, principalmente relacionado aos materiais,  já que muitas empresas reajustaram seus preços em janeiro, o que deverá impactar na avaliação de fevereiro.

Governo anuncia novo financiamento para a construção civil

O Governo Federal aprovou ontem, linha de financiamento para estimular a compra de materiais de construção, com recursos do FGTS de 300 milhões de reais. Este financiamento tem como foco a classe média, com taxa máxima de 12% ao ano, incluindo os encargos e despesas, para pagamento em até 120 meses.

O limite para o empréstimo é de R$ 20 mil reais por tomador, que poderá usar o dinheiro para reformar ou ampliar imóveis residências, desde que o terreno esteja regular e valor do imóvel não ultrapasse R$ 500 mil reais. Além disso, é preciso ter o comprovante de propriedade do imóvel e ser cotista do FGTS.

Segundo o Conselho Curador do FGTS, a linha mais barata de crédito destinada a classe média tem juros de 23,14% ao ano, com prazo de pagamento de 60 meses.

De qualquer maneira é sempre melhor a utilização de recursos próprios do que recorrer a uma linha de crédito, pois os juros, mesmo sendo o mais baixo do mercado, ainda é caro se comparado ao rendimento que o fundo (FGTS) paga, com média de menos de 5% ao ano.