Arquivo da tag: Caixa Economica Federal

Caixa Econômica Federal reduz juros de financiamento de imóveis

Visando atrair clientes de média e alta renda, a CEF anunciou a redução da taxa de juros para imóveis acima de R$ 500 mil. No ultimo ano a taxa para financiamento com recursos do banco de 8,7 a 9,9% a.a., agora passa a ser de 8,3 a 9,4% a.a. A menor taxa será oferecida aos servidores quem possuam, além da conta-salário, conta corrente e cartão crédito na instituição.

Desta maneira a participação da caixa que hoje já é de 70% do crédito imobiliário deve aumentar ainda mais. Em valores a CEF emprestou R$ 106 bilhões de reais para financiamento de imóveis no último ano, um aumento de 32,5% em relação a 2011.

Vale lembrar que antes de optar por um banco na hora de fazer o financiamento, o cliente deve pesquisar não só a taxa de juros cobrada, mas os custos efetivos do financiamento, que variam de instituição para instituição. Cabe uma boa negociação com o gerente do seu banco para conseguir o melhor negócio.

Anúncios

Governo anuncia novo financiamento para a construção civil

O Governo Federal aprovou ontem, linha de financiamento para estimular a compra de materiais de construção, com recursos do FGTS de 300 milhões de reais. Este financiamento tem como foco a classe média, com taxa máxima de 12% ao ano, incluindo os encargos e despesas, para pagamento em até 120 meses.

O limite para o empréstimo é de R$ 20 mil reais por tomador, que poderá usar o dinheiro para reformar ou ampliar imóveis residências, desde que o terreno esteja regular e valor do imóvel não ultrapasse R$ 500 mil reais. Além disso, é preciso ter o comprovante de propriedade do imóvel e ser cotista do FGTS.

Segundo o Conselho Curador do FGTS, a linha mais barata de crédito destinada a classe média tem juros de 23,14% ao ano, com prazo de pagamento de 60 meses.

De qualquer maneira é sempre melhor a utilização de recursos próprios do que recorrer a uma linha de crédito, pois os juros, mesmo sendo o mais baixo do mercado, ainda é caro se comparado ao rendimento que o fundo (FGTS) paga, com média de menos de 5% ao ano.

Construcard Caixa agora na Tutóia Materiais

A Tutóia Materiais de Construção, em parceria com a Caixa Economica Federal passa a disponibilizar o CONSTRUCARD, sistema que financia a compra de materiais de construção e armarios sobre medida.

O valor liberado pode variar de R$ 1.000,00 à R$ 180.000,00 após analise da ficha cadastral e abertura da conta corrente na agência da caixa que o pretendente escolher. As compras são feitas através do cartão magnetico do CONSTRUCARD ou por meio de liberação telefonica direto na loja.

O periodo para aquisição dos produtos e de 2 a 6 meses, com pagamento em até 58 meses do valor utilizado. Para mais informações acesse o site da Caixa Economica Federal ou procure uma agência da Caixa Economica Federal.

http://www.caixa.gov.br/habitacao/Aquisicao_material_construcao_residencial/construcard/index.asp

Programa Minha Casa, Minha Vida não “decolou”

Após cinco meses do seu lançamento, o programa habitacional Minha Casa, Minha Vida, que pretende construir 1 milhão de moradias, não “decolou”. Até agora apenas 36 mil imóveis começaram a ser construídos.

A Caixa Econômica Federal fez um balanço e revelou que até o dia 20 deste mês (agosto), foram contratados 223 empreendimentos dentro do programa habitacional, porém, somente 40 destes empreendimentos – com um total de 14.448 moradias – são voltadas para as famílias com renda mensal até R$ 1.395,00.

O maior problema é que o governo não conseguiu nem registrar no orçamento a previsão de verba, por conta das mudanças no texto que regulamenta o projeto no Congresso e, portanto, o programa está muito longe de se tornar uma realidade.

Até agora as execuções estão sendo financiadas através do FGTS e do Fundo de Arrecadação Residencial(FAR), que o governo promete ressarcir assim que o orçamento for aprovado e o dinheiro liberado.

Durante todo o mês de setembro pretendo postar várias informações sobre o “Minha Casa, Minha Vida”, visando esclarecer um pouco mais do projeto, das dificuldades de sua execução e os impactos – positivos e negativos – sobre todos os envolvidos.