Desastres em construções: até quando?

Hoje tivemos a noticia de mais uma tragédia, do desmoronamento de parte de um edifício em São Bernardo do Campo (SP), com pelo menos uma vitima fatal confirmada até o momento. Se isoladamente o caso já chama a atenção, acaba por ganhar destaque, devido ao recente desmoronamento de três prédios no centro do Rio de Janeiro.

Em ambos os casos serão feitas pericias em busca das causas dos acidentes, que correm em paralelo às variais teorias levantadas sobre as suas possíveis causas, como uma explosão, colapso por deterioração da estrutura, execução de obras internas e modificações estruturais.

Não podemos ser levianos e nos basearmos em achismos, mesmo porque não temos acesso às informações para supormos conclusões, mas precisamos sim ficar atentos aos acontecimentos e cobrar respostas e providencias sobre os casos, para que fatos como estes não mais ocorram.

É preciso lembrar que estes acidentes não são tão incomuns, já que há não pouco tempo tivemos a abertura da cratera na linha Amarela do metrô em São Paulo (2007), o caso do Palace II – no Rio de Janeiro (1998), o desabamento da marquise de um hotel no Rio de Janeiro (2007) e tantas outras, que apesar de causas distintas, estão ligadas a questões com suas obras e construções.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s